Semanas
0
0
Dias
0
0
Horas
0
0
minutos
0
0

#CongressoFormadores

Programa

Dia 18/02/2021: O Formador como Profissional

14h00 - 15h00: Abertura
Tema: O Futuro [ou o Fim] da Profissão de Formador.
Oradores: Nuno Queiroz de Andrade (APFormPt). Pedro Luíz de Castro (Jornalista e membro da APRFormPt).
Moderador: Isabel Moço (Universidade Europeia).

15h30 - 16h30
Tema: Há um Gap Geracional nos Formadores!
Oradores: Mariana Figueira da Silva. Rui Santos.
Moderador: Paulo Neto (APFormPt).

17h00 - 18h00
Tema: Entrevistas a Formadores.
Formadores: Massimo Forte. João Travado. Elisabete Fonseca.
Entrevistadora: Carlos Melo (Basilaris).

18h30 - 19h30: Master Class
Título: Dinamização de Sessões Formativas Online.
Formador: Júlio Mota.


Dia 19/02/2021: Da Sala para o Mundo

14h00 - 15h00
Tema: A Dicotomia Formação Presencial e Formação Online.
Oradores: Comandante Armindo Martins (TAP). Fátima Silva (Banco Montepio). Luísa Aguiar (SAS).
Moderador: Pedro Conde (Administrador da SIDUL).

15h30 - 16h30
As novas dinâmicas do Mercado da Formação.
Oradores: Gonçalo Empis (BMW). Jorge Costa (Clínica Esfera Saúde). Sofia Vieira (Grupo Mosqueteiros).
Moderador: Carlos Guerra (Aphtus).

17h00 - 18h00: Encerramento
Tema: Conclusões e Próximos Passos: Debate Aberto com os Congressistas.
Oradores: Nuno Queiroz de Andrade (APFormPt). Carlos Melo (Basilaris). Moderador: Isabel Moço (Universidade Europeia).

18h30 - 19h30: Master Class
Título: "O que eu aprendi com o lançamento do meu 1º curso online usando as Redes Sociais Facebook e Instagram e como isso me impactou como formadora".
Formador: Ana Mendes.

Oradores

Inscrições

Inscrição Gratuita para Associados e Estudantes Universitários.

Restantes participantes: a inscrição tem um custo de € 10 (dez euros).

Campanha de novos Associados

Os Formadores que participarem no 4º Congresso Nacional de Formadores e se tornarem Associados, até 28 de Fevereiro de 2021, ficam isentos do pagamento da jóia.

Conclusões do III Congresso Nacional de Formadores (2018)

#1: A profissão de formador está a atravessar um período de intensa e profunda evolução. O novo formador não restringe o seu trabalho a uma sala de formação, mas integra uma diversidade de outras formas, processos, meios e tecnologias capazes de promover aprendizagens. O formador entrega resultados e está em processo de aprendizagem contínua.

#2: Os profissionais da formação têm de divulgar mais e melhor os resultados do seu trabalho enquanto agentes de mudança. Os formadores e os responsáveis pela formação, aos mais diversos níveis e nos variados âmbitos, precisam de explicar e demonstrar o papel e o contributo da formação. A cultura da formação é uma cultura de desenvolvimento.

#3: As políticas de formação carecem de uma revisão profunda. Para que a formação seja integrada e assumida como um dos vetores principais da estratégia de desenvolvimento do país, urge desburocratizar, simplificar e actualizar a legislação existente. Na mesma linha, os organismos públicos que lidam com a formação precisam de ser reformulados.

Para recordar, o III Congresso Nacional de Formadores, realizado em 2018.